novo-cpc-vigencia-vigor

Novo CPC entra em vigor dia 18 de março de 2016

Dorgival Viana Jr

Dorgival Viana Jr

Procurador Federal em PGF
Procurador Federal, ex-Procurador Municipal de Campo Alegre, ex-Oficial do Ministério Público do Estado de Alagoas, ex-Auditor do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Alagoas, ex-membro da Comissão de Ética na Administração Pública da OAB/AL, ex-estagiário do Ministério Público Federal.
Dorgival Viana Jr

Afinal, quando o Novo CPC entra em vigor?

Neste breve texto, proponho uma análise sobre a data escolhida por STJ e CNJ como sendo de vigência do Novo CPC Brasileiro, destacando os principais argumentos referentes ao tema.

Nós analisaremos toda a legislação que rege a entrada em vigor de leis no Brasil e como o Novo CPC previu sua própria vigência, dentre as principais inovações sobre o tema, iremos abordar:

a) Lei Complementar 95/98, que dispõe sobre elaboração e vigência das leis (entre outros assuntos);

b) Lei ordinária 810/1949 que define o que é o ano civil;

c) Código Civil que define contagem de prazos em anos;

No último dia 02 de março o Superior Tribunal de Justiça, por seu órgão plenário (todos os ministros do tribunal), decidiu sobre a data de entrada em vigor do Novo Código de Processo Civil.

O CNJ deve definir neste dia 04/03/2016 o mesmo (já foram dados 14 votos e a sessão virtual já acabou).

Mas vamos ao tema, destaco que se você é do tipo apressado e se interessa simplesmente em saber quando o Novo CPC entra em vigor (sem precisar saber porque), pode ir direto para o fim desta postagem, já que primeiro explico como chegar no resultado lá apontado.

A lei nº 13.105/2016, o Novo Código de Processo Civil, foi sancionada em 16 de março de 2015 e publicada no dia seguinte, 17.

O art. 1045 do Novo CPC Brasileiro dispõe que o mesmo entra em vigor  após decorrido “um ano da data de sua publicação oficial“.

Dúvidas na doutrina sobre a data em que o Novo CPC entra em vigor

Mas o que é um ano? Como se conta esse prazo?

Essas perguntas geraram muitas dúvidas na doutrina, em mesmo tinha posição distinta da adotada pelo STJ e CNJ.

Havia quem defendesse que o Novo CPC entraria em vigor dia 16, 17 e 18, houve tribunais que chegaram a cogitar suspender prazos nos três dias. Foi essa a razão da atuação do CNJ, impedir tal suspensão e adiamento de diversos atos processuais já designados para estas datas.

O STJ, igualmente, entendeu-se competente para definir a data que entenderiam como vigente o Novo CPC.

O que diz a legislação sobre isso?

A Lei Complementar 95/98 é uma metanorma, ou seja, é uma norma que diz como elaborar outras normas.

Com este viés, estabeleceu que a vacatio legis (período entre a publicação e vigência de uma lei) deveria ser expresso em dias. No entanto, entendem os tribunais e a doutrina que a designação de tal período em meses ou anos é igualmente válida.

O Novo CPC (Lei 13105/2015), como já se disse, estabeleceu vacatio legis de um ano a partir de sua publicação.

O art. 8º, §1º da Lei Complementar 95/98 determina que:

Art. 8º § 1º A contagem do prazo para entrada em vigor das leis que estabeleçam período de vacância far-se-á com a inclusão da data da publicação e do último dia do prazo, entrando em vigor no dia subseqüente à sua consumação integral.  

É dizer: determinou que inclua a data de publicação e o último dia do prazo, devendo entrar em vigor no dia imediatamente subsequente.

A Lei Ordinária nº 810/1949 define o ano civil como:

Art. 1º Considera-se ano o período de doze meses contado do dia do início ao dia e mês correspondentes do ano seguinte.

Embora não seja tão pertinente nesta hipótese, o Código Civil de 2002 estabelece regra parecida, vejamos:

Art. 132. Salvo disposição legal ou convencional em contrário, computam-se os prazos, excluído o dia do começo, e incluído o do vencimento.

§ 3o Os prazos de meses e anos expiram no dia de igual número do de início, ou no imediato, se faltar exata correspondência.

Assim, tanto pela Lei 810/49 como pelo Código Civil, no caso do Novo CPC considera-se o ano de vacatio legis o período contado de 17/03/2015 a 17/03/2016.

Então, quando o Novo CPC entra em vigor?

Considerando que a vacatio legis encerra-se em 17/03/2016 e que a Lei Complementar 95/98 determina que a vigência ocorre no dia subsequente ao fim do prazo de vacatio, é certo dizer que o Novo CPC entra em vigor no dia 18/03/2016.

Referências externas:

Reiteramos que entendemos o dia 18/03/2016 como o dia do início da vigência do Novo CPC.

 

 

 

 

About The Author

Dorgival Viana Jr

Procurador Federal, ex-Procurador Municipal de Campo Alegre, ex-Oficial do Ministério Público do Estado de Alagoas, ex-Auditor do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Alagoas, ex-membro da Comissão de Ética na Administração Pública da OAB/AL, ex-estagiário do Ministério Público Federal.

Comentários

Deixe um Comentário

* Indicar Campos Obrigatórios

Tópicos relacionados: